Oradores

Sérgio Santos

Ministro da Economia e Planeamento de Angola

Manuel Homem

Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social de Angola

Marcos Souto

Representante Residente do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola

Marcos é Representante Residente do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola desde Agosto de 2019. Engenheiro Mecânico por formação, obteve o seu Doutorado em Finanças pela Universidade George Washington. Ainda durante o seu doutoramento começou a trabalhar para o FMI em 2004. Durante seus quase 17 anos de carreira no FMI, trabalhou como especialista no sector financeiro em missões a quase 30 países diferentes, incluindo Argentina, México, Brasil, Portugal, Chipre, Irão, Armênia, Quênia, Tanzânia, Ruanda e Angola. Também actuou como residente representante do FMI em Portugal, durante o programa de financiamento alargado apoiado pelo FMI, entre 2011 e 2014. Tem diversas publicações académicas e profissionais nas áreas de medição e gestão de riscos de crédito e de mercado.

Tomi Davies

Presidente do African Business Angels Network

Co-fundador da Lagos Angel Network (LAN) e presidente da African Business Angel Network (ABAN). Depois de se formar na Universidade de Miami, liderou a implementação de iniciativas inovadoras de transformação baseadas em tecnologia nos sectores de Petróleo e Gás, Distribuição, Tecnologia de Informação e Telecomunicações para marcas globais e influentes como a Elf Aquitaine, Marks & Spencer, Ernst & Young e Sapient em toda Europa, Estados Unidos e Sudeste Asiático. Em 2000, mudou o foco para África e ajudou a criar a African Agriculture Technology Foundation (AATF), liderou a iniciativa One Laptop per Child (OLPC) na Nigéria, e desenvolveu um projecto piloto Sistema Integrado de Folha de Pagamento e Informação de Pessoal (IPPIS) para o Banco Mundial que permitiu descobrir mais de 20.000 trabalhadores fantasmas no sistema de folha de pagamento do governo nigeriano. TD Lidera iniciativas inovadoras na África usando a sua abordagem orientada para objectivos, obtendo resultados eficazes que inspirou o seu livro escrito em 2014 “The African Project Manager”. É o Presidente da TextNigeria (Telecoms) e Director Não- Executivo da MBO Capital (Private Equity) e da Big Cabal Media (Media & Entertainment). É membro do Conselho de Ciência, Pesquisa e Inovação de Lagos (LASRIC) e faz parte do conselho do World Business Angels Investment Forum (WBAF) e da Global Business Angels Network (GBAN). Com vasto conhecimento adquirido ao estimular empreendedores num portefólio crescente de Startups de tecnologia originárias de África e em estágio inicial, a sua missão pessoal é “ajudar a impulsionar o desenvolvimento de África apoiando jovens empreendedores usando inovação e tecnologia para criar impacto social e valor econômico".

Felisberta Jesus

Directora Geral MSTelcom

Felisberta Jesus, Directora Geral da MSTelcom. Com formação em Engenharia de Electrónica desde 2003, ano que concluiu a sua formação, especializando-se em Telecomunicações pela Technikon Pretoria (actualmente Tswane University of Technology), onde pela sua dedicação 2003 obteve o prémio de melhor estudante feminina em licenciatura da África do Sul. Após ter concluído a formação, no ano seguinte deu início a actividade profissional, ingressando na Angola Telecom como Engenheira de Redes de Telefonia fixa e em 2007 participou na equipa de Gestão de Mudança da mesma empresa. Em 2009 abraçou um novo desafio, mudando-se para a MSTelcom e passou a exercer a função de Gestora de Projectos. No decorrer dos últimos anos, participou em diversas formações nas áreas de Telecomunicações e Tecnologias de Informação e Gestão. No ano de 2019-2020, com as mudanças de estrutura do Grupo Sonangol, passou a desempenhar a função de Directora Geral Adjunta. Em 2021 foi nomeada Directora Geral da MSTelcom, função que exerce até a actualidade, tornando-se deste modo na 1ª mulher a gerir a MSTelcom e uma das maiores empresas de telecomunicações da rede fixa em Angola.

Patrick Mcilwee

CEO da Shadowsec Group

Patrick é CEO da Shadowsec Group. É igualmente Auditor líder IRCA em ISO9001-2015, ISO27001-2013, ISO14001-2015, ISO13485-2016, ISO4500-2018 ISO22301-2019 e consultor nas áreas de segurança cibernética, continuidade de negócios e ITDR. Tem tido várias intervenções como palestrante partilhando o seu conhecimento com profissionais que são novos nessa área, bem como com profissionais mais experientes e que buscam um conhecimento mais aprofundado sobre como lidar com segurança cibernética e os padrões ISO. Da sua experiência registam-se trabalhos realizados em todo o mundo, de África à América do Sul, do Canadá à Índia.

Matteo Rizzi

Fintech Expert Venture Partner da Bamboo Capital Partners

Matteo Rizzi é um executivo poliglota com mais de 20 anos de experiência em tecnologia e serviços financeiros. Passou 13 anos na SWIFT, onde foi co-fundador da Innotribe, o braço de inovação da instituição e a infraestrutura SWITF que permite a inovação colaborativa no sector financeiro. É Venture Partner da Bamboo Capital Partners - um fundo de impacto VC / Tech for Good que investe em pós-lançamento e série A, principalmente com foco no mercado africano. Por três anos consecutivos (2014-2016), o Financial News o indicou como um dos "40 executivos FinTech mais influentes na Europa". Lançou o Innotribe Startup Challenge, o primeiro desafio global para empreendedores de FinTech. Desde 2013, tem tido um papel de FinTech Investor e / ou Venture Partner com VCs e CVCs globais, como no SBT Venture Capital, um dos primeiros fundos (100M USD) exclusivamente dedicado a FinTech Investment (Série A), construindo um portfólio de 12 startups. Em 2015, foi co-fundador da FinTechStage, uma plataforma para investidores, inovadores e startups para impulsionar a inovação de FinTech globalmente, com mais de 50 missões e eventos em todo o mundo.É o autor de The FinTech Revolution e Talents & Rebels. Matteo fala cinco línguas, é licenciado em Informática (Universidade de Génova) e pós-graduado em Transacções Financeiras (Solvay Business School).

Miguel Ferreira

Senior Consultant de IT Infrastructure & Security na Asseco PST

Miguel Ferreira, Consultor Sénior de IT Infrastructure & Security na Asseco PST, uma empresa de Tecnologias de Informação, especialista no desenvolvimento de software bancário e um referencial na criação de soluções tecnológicas e conhecimento em todos os mercados onde actua. Colabora com a empresa desde 2005, tendo integrado os seus quadros em 2009, quando esta ainda se designava Promosoft. Começou a sua carreira profissional em 2000 na equipa de infraestruturas da Novabase, tendo continuado o seu percurso em infraestruturas e segurança na Direcção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano, Link Consulting e Linkcom como Security Field Manager. Em Fevereiro de 2009, foi convidado para integrar a equipa Direcção de Sistemas de Informação da Promosoft como consultor de Networking e Segurança, e posteriormente para a área Infrastructure & Security da Exictos, que passou a designar-se Asseco PST em Setembro de 2018, na sequência da sua integração plena na multinacional Asseco Group, um dos maiores e mais reconhecidos fornecedores europeus de software. Frequentou a Licenciatura em Engenharia de Informática na Universidade Autónoma de Lisboa, em Portugal, sendo certificado ITIL V3, Security +, Ethical Hacking and Countermeasures | CEH e ISO 27001 Lead Auditor.

Hélder João

Director de Desenvolvimento Tecnológico na CETIM Tecnologia

Director de Desenvolvimento Tecnológico na CETIM Tecnologia. Tem mais de 13 anos de experiência em Tecnologias de Informação nas áreas de Rede de Computadores, Rede de Telecomunicações, Infraestrutura de Servidores, Administração de Sistemas, Desenvolvimento de Software, Ciber Segurança e Gestão de Projectos Tecnológicos. Trabalhou 9 anos na Unitel, como responsável na área de Segurança da Informação, foi consultor Tecnológico Sénior na IS-Solution e na Brasil Telecom. Como responsável pela área de Desenvolvimento de Projectos Tecnológicos na CETIM Tecnologia, tem como desafio primordial a criação de projectos inovadores para o mercado angolano nos seus diversos segmentos. Licenciado em Segurança da Informação pela Universidade Unicesp Brasil e pós-graduado em Ciber Segurança, Telecomunicações e em Gestão Empresarial.

Mallence Bert-Williams

Empreendedora Social

Mallence é uma empreendedora social Serra Leoa - alemã multifaceta. Fundadora e directora criativa da FOLORUNSHO, baseado em Freetown, uma ‘SHARITY’ que ela iniciou com crianças de rua da Serra Leoa. O seu projecto baseado em Freetown levou crianças, sem-abrigo, das ruas para a escola por pura criatividade, sem doações. O TEDx Berlim de Mallence foi traduzido de forma independente para mais de 5 idiomas e se tornou um fenómeno das redes sociais que foi visto mais de 50 milhões de vezes. Mallence estudou economia e finanças em Paris, Singapura e Grã-Bretanha. Devido às suas raízes inter-culturais, tem sido uma ponte que conecta dois mundos muito diferentes. A sua formação diversificada lhe permite ver soluções criativas para problemas comuns. Por meio do seu trabalho com a FOLORUNSHO e várias outras empresas sociais em diferentes partes da África, Mallence conecta o contraste cultural, permitindo sinergias únicas que geram resultados.

Nuno Veiga

Director de Banca e Transformação Digital do BAI

Nuno Veiga, pós-graduado em gestão de sistemas de informação pela Universidade de Liverpool desde 2013, é actualmente Director para Banca e Transformação Digital do BAI. Teve como percurso a assessoria da Comissão Executiva do BAI para o programa de transformação digital, a Direcção de Sistemas de Informação entre outras estando a colaborar com o BAI desde 2009. Tem 23 anos de experiência no Sistema Financeiro Angolano com ênfase para as tecnologias da informação e os sistemas de pagamento. Tem como destaques no seu portefólio produtos como o BAI Directo e o novo é-Kwanza, ambos do BAI. Teve passagens pelo ex- Banco Totta de Angola, Banco Sol e Banco BNI, nestes dois últimos na implementação dos mesmos de raiz. É apaixonado por temas como a simplificação e digitalização de processos, a inovação dos sistemas e produtos e a transformação digital.

Sara Medina

Administradora do Grupo SPI e da SPI Ventures

A Doutora Sara Medina é administradora da SPI (www.spieurope.eu), um grupo de consultoria internacional com escritórios Europa (Portugal e Espanha), América do Norte (EUA) e Ásia (Pequim e Macau), e da SPI Ventures. Contribui para a gestão geral da SPI, sendo responsável pela gestão das atividades e serviços da SPI na China desde 2004, bem como do mercado do Sudeste Asiático e África. Coordena projetos para clientes dos setores público e privado na Europa e no mundo, incluindo projetos para organizações internacionais em gestão da inovação, transferência de tecnologia, I&D, internacionalização, estudos setoriais e estabelecimento de parcerias.

É responsável pela gestão de projetos financiados pela Comissão Europeia (CE), Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento e Banco Interamericano de Desenvolvimento. Exemplos de projetos em África: Desenvolvimento do Plano de Negócios do Parque Tecnológico de Cabo Verde, Global Entrepreneurship Monitor (GEM) em Angola, sendo o maior estudo sobre dinâmicas empreendedoras no mundo e ENRICH in Africa (EiA) que tem como objetivo estabelecer o Centro EiA, que visa apoiar a região da África Subsaariana. O foco das actividades será a criação de uma rede de incubadoras e aceleradores para a prestação de serviços a inovadores Europeus e Africanos. É licenciada em Engenharia Alimentar pela Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica, mestre em Estudos Alimentares “European Masters Degree in Food Studies” por 5 Universidades Europeias e doutorada em Economia Agro-alimentar pela Universidade da Flórida nos Estados Unidos. Cursos em Inovação e Liderança nas Universidades de Wharton e Harvard e o “International Executive Programme” do INSEAD Asia, e os programas “Managing Global Virtual Teams” e “Negotiation Dynamics” em Singapura e França, respetivamente. Advanced Management Program da Northwestern Kellogg School of Management / Católica Lisbon Business and Economics.

Diogo Ponte

Managing Director da H-Impact

Diogo é o Managing Director da H-Impact, entidade especialista em investimentos de impacto e sustentabilidade. Tem mais de 17 anos de experiência profissional em administração de empresas, gestão de activos, capital de risco, banca de investimento e consultoria em diversos países como Angola, Luxemburgo, Suíça e Portugal em inúmeros sectores de actividade incluindo financeiro, imobiliário, energia, construção, indústria. Já geriu mais €1 bn de activos com participações em empresas com operações no Brasil, Portugal, Espanha e Alemanha. Foi fundador de uma licença de gestão de activos no Luxemburgo e outra em Angola, tendo recebido diversos prémios como Best New Alternative Asset Manager Europe em 2014 pela Global Banking and Finance Review e Best Investment Manager in Real Estate em Angola 2017 (e 8º em África) pelo Euromoney,. É mentor de diversas startups em incubadoras internacionais em diferentes geografias incluindo Portugal e Angola, além de apoiar como voluntário organizações sociais. É orador regular em conferências e eventos no Reino Unido, Luxemburgo, Bélgica, Angola e Portugal. É licenciado em gestão e com formação executiva pelo IESE e Harvard Business School.

Cláudia Makadristo

Directora da Seedstars para África

Directora Regional para África no Seedstars, a maior empresa de educação para o empreendedorismo em tecnologia e empresa de investimento de impacto focada em mercados emergentes com presença em mais de 90 países globalmente e 30 na África. As suas actividades na Seedstars a levam a mais de 25 países da África Subsaariana todos os anos, onde trabalha com algumas das maiores empresas e parceiros públicos para investir e apoiar empreendedores localmente e em todo o mundo por meio de uma variedade de competição, aceleração, incubação, iniciativas de educação e investimento. Claudia analisou mais de 2.000 empreendedores digitais em todo o continente e orientou mais de 300 fundadores de startups de tecnologia. Além disso, é membro activo da direcção do Seedspaces em África (Tanzânia, África do Sul, Nigéria e Côte d'Ivoire) e faz parte do comitê da diversidade e inclusão. Claudia é formada em Negócios Internacionais (BBA).

Katrin Calledo

Gestora de Produtos e Parcerias na StartupBlink

Gestora de Produtos e Parcerias na StartupBlink, o centro de pesquisas e mapeamento de ecossistemas de startup mais abrangente do mundo. A Startupblink fornece dezenas estudos aos promotores de ecossistemas de startups do sector público com módulos de mapeamento, análise e promoção. A StartupBlink publica, uma vez por ano, o relatório de classificação de ecossistema de startups com mais de 1.000 cidades e 100 países classificados, usado por dezenas de milhares de decisores em todo o mundo e recebe centenas de menções na imprensa mundial. Com seus colegas, trabalha para fornecer informações gratuitas e de qualidade para fundadores de startups, para que possam tomar decisões inteligentes sobre o lugar certo para construir as suas startups. Katrin é Economista Comportamental com um histórico comprovado de trabalho em marketing digital e empresas startups. Hábil em Análise Estatística de Dados, Pesquisa de Mercado e Usuário, e Marketing Digital.

Alexandre Silva

Sub-Director do Disruption Lab

Sub-director do Disruption Lab (Powered by Atlantico). A trabalhar com responsabilidades e objectivos de implementar inovação na actual organização desde Junho de 2013. Ao longo deste percurso passado, teve a oportunidade de se envolver em vários projectos estruturantes que implicaram uma grande capacidade de planeamento, de gestão de projectos e equipas, de negociação, de cumprimento de objectivos e de domínio do negócio entre outros. Em simultâneo, proporcionaram aprendizagem e experiência em ambientes multi-culturais. Nos últimos 8 anos esteve sobretudo dedicado a criar e formar equipas relacionadas com desenho e gestão de processos, procedimentos e ferramentas que potenciem mais agilidade e monitoramento na inovação da companhia com o foco de melhor serviço a prestarem aos clientes em parceria com os líderes de negócio. Construir e reconstruir caracterizaram a sua caminhada profissional sempre com grande foco na experiência do cliente final. Movem-lhe os desafios, o conhecimento, o compromisso, a transversalidade e objectivos ambiciosos.

Jorge Clemente

Fundador da TICNES
Investigador em Segurança de Informação

Fundador e CEO da TICNES, empresa de Cibersegurança 100% angolana, com mais de 5 anos de experiência no mercado angolano. Investigador de segurança de informação e gestor de vários projectos tecnológicos (Cibersegurança, Cloud Computing e Geo-Localização). Licenciado em Engenharia Electrónica e Telecomunicações pela Universidade de Aveiro (Portugal) e Pós-Graduado em Segurança de Informação e de Computadores pela Universidade de Liverpool (UK).

Sarah Owusu

Cofundadora do InkDot, consultoria de inovação
Especialista de transformação organizacional, estratégia e desenvolvimento de pessoas

Para Sarah, inovação significa imaginar e construir o futuro e ela adora criar as condições para pessoas, equipas e organizações fazerem exatamente isso. Ela acredita em inovação como um caminho para mudança significativa e para criar valor exponencial.

Ela é uma consultora de desenvolvimento organizacional premiada internacionalmente, com 12 anos experiência em liderar transformações de cultura interna e fortalecer a saúde e eficácia de organizações. Ela usa ferramentas diversas para apoiar pessoas a ter um pensamento novo, colaborar e fazer acontecer.

No InkDot, o foco dela é desmistificar a inovação e equipar pessoas com o mindset, comportamento e capacidades necessários para manterem-se autênticos e relevantes num mundo cada vez mais complexo.